Pular para o conteúdo

Dia de poesia! Receita de Wilson Tranin

ingredientes-bolo

 

Hoje temos uma linda poesia escrita por um aluno da escola de Nova Acrópole Cuiabá no Mato Grosso. Essa foi uma das poesias vencedoras do Concurso de Poesias dos Jogos da Primavera de 2009, evento promovido pela escola que reúne os alunos de todo o Brasil.

Poeta não precisa saber de letra.
Isto a escola pode ensinar.
Aluno da vida, a ela sabe cativar.
Faz na alma uma espera silenciosa.
Veste-se de menino caçador,
Arma uma arapuca harmoniosa
Pra pegar o pássaro do Amor.

Poeta tem que ter humildade
Ter cuidado com a vaidade
Saber que Deus é o Poeta de verdade
Ele quando doa a inspiração
Exige do aluno especial atenção
Pra perceber aquele algo mais.
Coisas lindas, pra muitos, banais.
Mas pro aprendiz, maravilhosas.
E o pequeno poeta querendo mais.
Na poesia se faz criança nova.
Que procura o colo dos pais.

Ser poeta
É como tocar um instrumento
Silencioso por fora,
Harmonioso por dentro
Ninguém ouve a voz de uma flor
Ou o som do amanhecer
Foi em silêncio que Deus plantou o amor.
É no silêncio que Ele o faz crescer.
É no silêncio que se faz Poesia.
Escutando o que Deus tem a dizer.

Autor: Wilson Trannin
Nova Acrópole Cuiaba

 

Saiba mais sobre a Nova Acrópole, conheça nosso canal no Youtube:

Nova Acrópole no Youtube

READ  "Vive" de Alberto Caeiro, heterônimo de Fernando Pessoa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *