Pular para o conteúdo

Nos pequenos frascos se encontram os melhores perfumes

Foto-em-preto-e-branco-de-Cecilia-Meireles-sorrindo_02

Cecília Meireles é considerada uma das vozes líricas mais importantes das literaturas de língua portuguesa. Pintora, professora, jornalista e poetisa do modernismo brasileiro, cantou de forma bela a reinvenção da vida e a serenidade frente a passagem do tempo.

Hoje trazemos uma de suas poesias, que embora breve, tem uma sensibilidade profunda.

 

Assovio

Ninguém abra a sua porta
para ver que aconteceu:
saímos de braço dado,
a noite escura mais eu.

Ela não sabe o meu rumo,
eu não lhe pergunto o seu:
não posso perder mais nada,
se o que houve já se perdeu.

Vou pelo braço da noite,
levando tudo que é meu:
- a dor que os homens me deram,
e a canção que Deus me deu.

Cecília Meireles

Saiba mais sobre a Nova Acrópole, conheça nosso canal no Youtube:

Nova Acrópole no Youtube

Conheça também: http://luciahga.blogspot.com.br/

READ  Para falar da morte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *